Skip to content

Razões do amor

24 de fevereiro de 2013

“Gosto de ti desesperadamente:

dos teus cabelos de tarde onde mergulho o rosto,

dos teus olhos de remanso onde me morro e descanso;

dos teus seios de ambrósias, brancos manjares trementes

com dois vermelhos morangos para as minhas alegrias;

462645

de teu ventre – uma enseada – porto sem cais e sem mar –

branca areia à espera da onda que em vaivém vai se espraiar;

de teu quadris, instrumento de tantas curvas, convexo,

de tuas coxas que lembram as brancas asas do sexo;

9

– do teu corpo só de alvuras – das infinitas ternuras

de tuas mãos, que são ninhos de aconchegos e carinhos,

mãos angorás, que parecem que só de carícias tecem

esses desejos da gente…

2550217

Gosto de ti desesperadamente;

gosto de ti, toda, inteira nua, nua, bela, bela,

dos teus cabelos de tarde aos teus pés de Cinderela,

(há dois pássaros inquietos em teus pequeninos pés)

– gosto de ti, feiticeira,

tal como tu és”…

JG de Araujo Jorge

112

From → Lunares

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Outro Lado

Porque o melhor lado é o dentro

Aquarelas e Sonhos

Um espaço para quem tem fases...momentos...vontades...paixão...sonhos...ASAS!

Era uma vez, laranja

com todas as cores, sabores e sumos.

lima verde

Um site onde a alma de uma mulher aflora e despe-se

%d blogueiros gostam disto: